PORTES GRÁTIS PARA ENCOMENDAS SUPERIORES A 50,00€
  Blog

A Paleta de Cores

Escrito em 15 de setembro de 2020

A Paleta de Cores

Todos conhecemos as três cores básicas de vinhos: branco, tinto e rosé e, por certo, também todos já nos apercebemos que dentro de cada uma destas cores existem várias tonalidades. A cor de um vinho, por si só, pode ser reveladora de vários aspetos, como por exemplo, a sua antiguidade. À primeira vista, verificamos logo que, quanto mais escura é a cor mais antigo é o vinho (com devidas exceções). A transparência pode ser outro indicador, ou seja, um vinho turvo – não obrigado!   
Observar com atenção a cor do seu vinho é o primeiro passo de uma degustação. Sirva um pouco de vinho num copo, até ⅓ da sua capacidade, erga-o e examine a transparência contra a luz. De seguida, incline o copo uns 45° sob um fundo branco, como por exemplo uma folha de papel, e então, observe a cor na linha mais próxima da extremidade superior do copo. É importante observar com atenção para criar uma memoria visual daquela cor especifica para que depois possa comparar e, com algum treino, aprender a identificar alguns vinhos, mesmo antes de os provar. 
De uma maneira geral, os vinhos são classificados de acordo com a uvas que lhes dão origem e/ou de acordo com o processo de produção: 
- Vinhos tintos, produzidos a partir de uvas tintas com pele, poderão ter uma cor entre o rubi e granada intensos.  
- Vinhos brancos produzidos a partir de uva branca, ou tinta sem casca desde o início do processo de produção, vão variar entre o amarelo pálido e o âmbar.  
- Vinhos rosé produzidos com uvas tintas, sujeitos ao contacto com as cascas da uva numa pequena parte do processo, ou fruto do blend da fermentação da uva tinta e branca, terão uma cor entre o rosa pálido e o violáceo.  
- Vinhos generosos e espumantes podem ter outros tons variados de acordo com o processo de produção e com a uva… mas esta será uma história para contarmos em outro dia. 
 
Partilhamos assim um esquema básico da paleta de cores dos vinhos, para que seja mais fácil familiarizar-se com os tons e respetivos nomes, sendo que estas tonalidades possuem infindáveis níveis de intensidade e reflexo que podem variar apenas com o momento do dia em que degustamos o vinho.  
 
O mundo dos vinhos é uma viagem de descobertas sem fim, onde o conhecimento evolui de acordo com o prazer da degustação. 
Desafiamos todos os nossos leitores e apreciadores a juntarem-se a nós e aos nossos parceiros nesta viagem. Todas as informações estão disponíveis na nossa loja VINHO PORTUGUÊS. 
 
Boas degustações.   


×

Página destinada a maiores de 18

O conteúdo deste site destina-se em exclusivo a público adulto. Como tal, está interdito a menores de 18 anos.

Continuar Sair